Selecione a região

Exposição Homo Faber

Veneza, de 10 de abril a 1 de maio de 2022

A Vacheron Constantin participou na edição de 2022 da Homo Faber em Veneza, uma exposição internacional dedicada à magia da destreza artesanal, que celebra os talentos artesanais numa ampla variedade de disciplinas. 


"A exposição Homo Faber é uma expressão cunhada pela primeira vez no Renascimento, que celebra a infinita criatividade do ser humano. Esta exposição oferece uma vista panorâmica da mais pura destreza artesanal, tendo como único princípio orientador apresentar o que o ser humano consegue fazer melhor do que as máquinas."

Michelangelo Foundation.

Sensível à perpetuação e transmissão dos ofícios artesanais, a Vacheron Constantin participou na exposição, a par do Japão, convidado de honra. A Maison ocupou o seu lugar junto de perfumistas, relojoeiros, joalheiros, fabricantes de quimonos e de botas no pavilhão dedicado ao mundo do luxo, subordinado ao tema "Details: Genealogies of Ornament".

Uma tradição japonesa de longa data

A relação entre a Vacheron Constantin e o Japão data do século XIX. Alguns relógios da coleção privada da Vacheron Constantin incluem decorações e ornamentos de inspiração japonesa, sendo que alguns exemplos figuram no stand da Vacheron Constantin na exposição Homo Faber.

Les Cabinotiers Repetidor de Minutos Deus do Trovão e Deus do Vento

Para endereçar as boas-vindas ao Japão e destacar os estreitos laços que ligam a Vacheron Constantin a este país, a Maison inspirou-se na mitologia japonesa para criar os dois relógios Les Cabinotiers alusivos ao Deus do Trovão e ao Deus do Vento, apresentados na exposição Homo Faber. 

Os mostradores remetem para uma pintura do século XVI da autoria do artista japonês Sōtatsu, considerada um tesouro nacional no seu país de origem. As caixas em ouro branco, com gravação tipo "intaglio" em linha fina na luneta, no meio e nas asas, incluem peças deslizantes com repetidor de minutos com pedras preciosas. Estes relógios integram o Calibre 1731 desenvolvido internamente, um movimento repetidor de minutos ultrafino com apenas 3,90 mm de espessura.

O mostrador em ouro amarelo 18K é adornado com gravação tipo "intaglio" em linha fina para reproduzir um padrão de xadrez irregular com superfícies mate e brilhantes, criando a ilusão de decoração a folha de ouro. Uma camada de fluxo transparente é aplicada no forno para proteger esta base, que fica preparada para a pintura de esmalte em miniatura. Foram necessárias entre seis a sete aplicações de fogo para estabilizar as cores de Fujin e Raijin nas respetivas nuvens. Uma camada de fluxo vidrado com um polimento final, utilizando a técnica de esmerilação, conclui um processo que exige cem horas de meticulosa destreza artesanal com apenas 3,90 mm de espessura.

O Calibre 1731 (em referência ao ano de nascimento de Jean-Marc Vacheron) desenvolvido internamente está presente nestes dois relógios musicais. A sua principal característica é a espessura extremamente reduzida para um movimento repetidor de minutos. Apesar de ter apenas 3,90 mm de espessura, está equipado com um cilindro que assegura umas impressionantes 65 horas de reserva de marcha. Foram necessários quatro anos para solucionar o problema de como criar um movimento repetidor de minutos que combinasse elegância, acústica pura, elegância estética, fiabilidade e robustez. A proeza técnica não está confinada ao desafio da espessura extrema, uma vez que o Calibre 1731 também está equipado com um regulador totalmente silencioso (ao contrário dos reguladores convencionais tipo alavanca), cuja função é regular o ritmo a que o som é emitido.

O Museu do Louvre e a Vacheron Constantin

O ateliê de enquadramento-douramento do Museu do Louvre criou um quadríptico inspirado em cenas da mitologia japonesa, que se encontram em dois relógios de edição única da Maison.

Em representação de uma verdadeira obra-prima, os quatro painéis de madeira de carvalho finamente moldados e montados utilizando juntas calibradas foram especialmente criados para a ocasião.


A VACHERON CONSTANTIN E O LOUVRE

Unidos pela busca de preservar diferentes facetas do patrimônio humano, a Vacheron Constantin e o Louvre oferecem uma viagem de iniciação ao coração de diferentes savoir-faire que simbolizam essa vocação.

UM "SAVOIR-FAIRE" ÚNICO

Descubra as técnicas artesanais da Maison

CONHEÇA NOSSOS RELÓGIOS PESSOALMENTE

Visite-nos e conheça o savoir-faire relojoeiro genuíno, diretamente no seu pulso, em uma de nossas boutiques ao redor do mundo.