Selecione a região

Relógios icónicos

A EXPRESSÃO DO QUE TORNA A VACHERON CONSTANTIN EXCECIONAL

Há relógios que deixam a sua marca no tempo e no mundo da Alta Relojoaria. Relógios complicados ou obras de arte, estas peças são excecionais e refletem uma assinatura técnica e estética única. De 1755 ao presente, são estes os relógios que criaram inegavelmente a lenda da Vacheron Constantin.

1755

O PRIMEIRO RELÓGIO CONHECIDO DE JEAN-MARC VACHERON

Verdadeiro orgulho do legado Vacheron Constantin, este relógio em prata com a assinatura "J.M. Vacheron à Geneve" no movimento, é o único relógio conhecido que identifica o fundador da Maison pelo primeiro nome. Com escape de roda da coroa, este relógio está decorado com "ponteiros em ouro delicadamente entalhados". O braço do contrapeso finamente trabalhado na parte mais visível do movimento comprova também uma destreza já perfeitamente dominada. Estes elevados padrões técnicos e estéticos tornaram-se parte da identidade da Vacheron Constantin.

1824

ITÁLIA

Este relógio de bolso em ouro amarelo é subtilmente decorado com um mapa de Itália, gravado e esmaltado utilizando a técnica champlevé. O mostrador prateado totalmente guilloché é decorado com 12 algarismos romanos esmaltados dispostos num círculo horário. O submostrador dos pequenos segundos com acabamento guilloché inclui também um deslumbrante padrão de xadrez moderno. A atenção ao detalhe e a perfeição da destreza artesanal são características da tradição decorativa de Genebra.

1907

CHRONOMÈTRE ROYAL

A Maison lançou o primeiro Chronomètre Royal em 1907 e a designação foi considerada marca comercial. Este cronómetro de bolso destacou-se bastante dos outros relógios fabricados à época e rapidamente se tornou um sucesso mundial. A sua lendária durabilidade, fiabilidade e precisão foram muito apreciadas por quem vivia em climas considerados, até então, inadequados ao funcionamento correto de um relógio.

1916

O MARAJÁ DE PATIALA

Durante 1914 e 1915, a Maison criou um pequeno movimento oblongo denominado "le tuyau" (o tubo). Um percursor do movimento baguette, com 26 mm de comprimento e 6,5 mm de espessura, este calibre foi utilizado numa versão curva para um relógio de pulso absolutamente deslumbrante. Em ouro, platina e diamantes, o relógio destaca-se graças à engenhosa destreza artesanal da sua caixa com aberturas, entalhada e gravada. Esta peça presumivelmente única foi encomendada por Bhupinder Singh, Marajá de Patiala.

1918

JAMES WARD PACKARD

Por detrás da sua aparente simplicidade, este relógio de bolso apresenta um mecanismo excecionalmente complexo. Criado pelo famoso fabricante de automóveis e colecionador de relógios James Ward Packard, este relógio combina várias complicações particularmente únicas: cronógrafo com contador de 30 minutos, "petite sonnerie" e "grande sonnerie", e repetidor de quarto de hora e meio quarto de hora. Entre as suas outras características encontra-se o balanço de compensação Guillaume, o vidro de cristal de rocha e uma caixa entalhada em ouro 20K, personalizada com o monograma do proprietário em esmalte champlevé azul.

1921

AMERICAN

O design em forma de almofada faz parte do portefólio da Vacheron Constantin desde o final da década de 1910. Nos loucos anos vinte, os relógios de bolso continuavam a ser a tendência dominante. Usar este tipo de relógio de pulso era um claro sinal de modernidade que tinha um grande sucesso entre os clientes americanos.  Este raro modelo torna-se invulgar pela posição da coroa à 1 hora. Foi produzido para destros e canhotos por um curto período de 10 anos. Os primeiros movimentos de relógios de pulso basearam-se na construção dos movimentos dos relógios pendentes.  Com referência sob o calibre 11’’’ ART, foram finalizando utilizando os acabamentos clássicos dos relógios de bolso, tais como pontes e placas principais douradas. Nestes calibres, foi reservado um acabamento especial ao mercado americano, conhecido pelos seus clientes exigentes.  As variações foram os calibres 11’’’62 e 11’’’78, equipados com um rubi adicional. As respetivas pontes e placas principais são geralmente fabricadas em liga de prata alemã, que confere uma proteção natural contra a corrosão.

1923

LES BERGERS D'ARCADIE

Este magnífico relógio de bolso é decorado com uma miniatura esmaltada da pintura pastoral de Nicolas Poussin, "Et in Arcadia ego". A esmaltagem foi realizada por Louise Goll, um dos principais miniaturistas de Genebra do início do século XX. A proteção contra o pó tem uma gravação baseada numa pintura de Léopold Robert, "The Arrival of the Harvesters in the Pontine Marshes", abaixo da qual se encontra um excerto da Sinfonia Pastoral de Beethoven. Uma obra-prima da coleção, com um movimento totalmente gravado à mão, exibe os talentos dos artesãos da Maison, prova de que os ofícios artísticos são inseparáveis da história da alta relojoaria em Genebra e da Vacheron Constantin.

1931

Arca

Produzido em 1931 e utilizado no relógio Arca, este movimento esqueleto patenteado com reserva de marcha de 30 dias inclui um escape de força constante. A patente n.º 142508 foi registada em 1929 pelo célebre relojoeiro Philippe René Jaccard, famoso pelo seu trabalho em cronómetros e calibres de força constante. No mesmo ano, a Vacheron Constantin venceu a competição "Concours de la Rive" organizada pela Société des Arts. O objetivo deste prémio foi reconhecer a utilização de um sistema de força constante R. Jaccard num relógio de bolso. Em 1939, no âmbito da Exposição Nacional Suíça em Zurique, foi apresentado um modelo muito semelhante (referência 3354).

1932

HEURE UNIVERSELLE

Em 1932, a colaboração da Vacheron Constantin com Louis Cottier deu origem à criação do primeiro relógio com sistema Cottier, o Heure Universelle, referência 3372. O seu movimento mecânico único inclui 24 fusos horários através de um disco que roda em torno do mostrador central e de uma luneta exterior, de que constam os nomes de 31 grandes cidades internacionais. Uma nova complicação que correspondeu perfeitamente aos meios de comunicação e transporte em desenvolvimento. Presente nas coleções atuais da Maison, esta complicação esteve sujeita a vários desenvolvimentos, frequentemente associados à situação geopolítica dos diferentes países.

1943

4293

Este relógio de pulso muito complicado com a sua caixa em ouro rosa de 38 mm inclui um repetidor de minutos e um calendário triplo com indicação de fases da lua. Este relógio combina perfeitamente o emblemático design Vacheron Constantin da década de 1940, especialmente com os chifres em forma de gota, com um elevado nível de perícia técnica relojoeira, que se exprime através do calibre excecional.

1946

FAROUK

A Vacheron Constantin criou um dos seus relógios mais complicados para o Rei Farouk, filho do Rei Fuad I do Egito, que herdou o gosto do seu pai pela alta relojoaria. Foram necessários cinco anos para concluir esta obra-prima, que inclui 14 complicações. Este relógio repetidor com dois mecanismos é fabricado em ouro amarelo 18K. Inclui um repetidor de minutos tipo carrilhão com "grande sonnerie" e "petite sonnerie", equipado com três gongos e três martelos, cronógrafo rattrapante e contador de 30 minutos, calendário perpétuo, indicador de fases e idade da lua, alarme e dois indicadores de reserva de marcha.

1948

BOISROUVRAY

Este notável relógio de bolso que não necessita de chave tem uma caixa hunter grande em ouro 18K e um balanço Guillaume. Integra um repetidor de minutos tipo carrilhão com três martelos que acionam três gongos, calendário perpétuo com mostrador de anos bissextos e fases da lua, cronógrafo rattrapante, contador totalizador e até alarme. Esta peça foi vendida ao Conde Guy de Boisrouvray em 1948. Até 2015, este relógio de grande complicação foi o terceiro relógio mais complicado alguma vez produzido pela Vacheron Constantin.

1977

222

Este relógio característico foi lançado em 1977 para assinalar o 222º aniversário da Maison. A sua caixa monobloco, numa bracelete integrada, apresenta uma luneta aparafusada estilo escotilha que oferece resistência em ambientes hostis. O seu carácter único tornou este relógio emblemático um dos modelos mais reconhecíveis da Vacheron Constantin ao longo de décadas. O 222 também inspirou uma coleção igualmente notável, a Overseas.

1979

KALLISTA

Esculpido a partir de um lingote de ouro de um quilograma e com 118 diamantes, totalizando 130 quilates, o modelo Kallista (palavra grega que significa "mais bonito") é uma das mais deslumbrantes criações de relojoaria. Foram necessários cinco anos para cortar e instalar todos os diamantes e mais de 6000 horas de trabalho para concluir esta obra-prima.

1994

MERCATOR

A esmaltagem é uma especialidade da Maison e figura em vários modelos diferentes, sendo que um dos mais conhecidos é dedicado a Mercator (1512-1594). Este famoso matemático e geógrafo flamengo, cujo verdadeiro nome era Gerhard Kremer, desenhou as primeiras representações planas do globo. As viagens são um tema recorrente na Vacheron Constantin, pelo que a empresa decidiu assinalar os 400 anos do falecimento do cartógrafo através do lançamento de uma coleção em seu nome. O mostrador reproduz em esmalte os mapas dos hemisférios desenhados pelo próprio Mercator e os ponteiros retrógrados em forma de ponteiros de bússola foram especialmente criados para a ocasião.

2005

TOUR DE L’ÎLE

Obra-prima apresentada pela Vacheron Constantin para assinalar o seu 250º aniversário, este relógio é superlativo em todos os sentidos. Com uma combinação sem precedentes de 16 grandes complicações, Tour de l’île é o relógio de pulso com dois lados mais complicado alguma vez produzido numa série. Apenas foram produzidos sete exemplares. Este modelo foi reconhecido com o prémio Grand Prix de l’Aiguille d’or no Grand Prix d’Horlogerie de Genève.

2007

MÉTIERS D’ART LES MASQUES

Em 2007, a Vacheron Constantin apresentou a coleção Métiers d'Art Les Masques. Uma longa viagem pelo tempo e o espaço, à raiz da humanidade. Foram selecionadas doze máscaras da coleção Barbier-Mueller para entalhar e gravar em ouro, sendo que estas miniaturas figuram majestosamente no centro do mostrador. Esta coleção reflete perfeitamente a história da Vacheron Constantin e o seu espírito de abertura ao mundo.

2009

PHILOSOPHIA

Este relógio de encomenda especial reflete uma ideia diferente do tempo, combinando a alta relojoaria com uma visão filosófica do tempo. Inspirado na coleção Traditionnelle, este relógio inclui um ponteiro único que indica as horas num mostrador de 24 horas. Outras complicações solicitadas pelo colecionador que o encomendou incluem um repetidor de minutos, um indicador de fases da lua, um turbilhão e um indicador de reserva de marcha. Foram utilizadas nada menos do que 552 peças para produzir esta obra-prima da relojoaria.

2015

REFERÊNCIA 57260

Revelada no dia 17 de setembro de 2015, no 260º aniversário da Maison, a referência 57260 corresponde ao relógio mais complicado alguma vez criado. Foram necessários oito anos para desenvolver esta peça excecional, incluindo, tal como o nome indica, 57 complicações. Uma encomenda especial de um colecionador apaixonado e conhecedor, a referência 57260 demonstra mais uma vez a destreza da divisão Atelier Cabinotiers, perpetuando a tradição da excelência à medida. A referência 57260 ganhou o Prémio do Júri no Grand Prix de l'Horlogerie de Genève.

2017

CELESTIA

Um relógio excecionalmente complicado. Não há melhor forma de descrever Les Cabinotiers Celestia Astronomical Grand Complication 3600. O seu calibre 3600, um movimento mecânico de corda automática, inclui 23 complicações e permite a leitura da hora civil, solar e sideral, sendo que cada uma possui o próprio mecanismo. É o pináculo da competência técnica, com um calibre totalmente integrado, que inclui 514 peças, mas apenas 8,7 mm de espessura. Os seis cilindros garantem três semanas de marcha.

2019

TWIN-BEAT

Quando usado, o movimento de calendário perpétuo Traditionnelle Twin Beat tem uma alta frequência que se adequa a estilos de vida modernos, apresentando as horas, os minutos, a data, o mês, o ciclo de anos bissextos e a reserva de marcha no mostrador. Uma verdadeira proeza técnica, esta peça única utiliza um sistema mecânico com patente pendente que permite a alternância instantânea entre o modo Ativo de alta frequência (5 Hz, 36 000 vph) e o modo Standby de baixa frequência (1,2 Hz, 8640 vph). Os balanços Ativo e Standby baseiam-se no mesmo cilindro da mola principal, que é a forma mais eficiente de distribuir a energia e a única forma de dispor de uma só indicação da reserva de marcha. Quando o relógio não está a ser usado, permite uma reserva de marcha alargada de pelo menos 65 dias.

2021

O renascer de um ícone

Para assinalar o 100º aniversário do relógio American 1921, a Vacheron Constantin perscrutou os seus arquivos e empregou a sua especialização em relojoaria para oferecer uma reprodução fiel do relógio emblemático de uma era.

Esta excecional criação singular mobilizou a notável especialização do ateliê de Restauro da Maison e do departamento de Legado durante um ano.

Esta abordagem pode ter sido uma estreia na indústria relojoeira, refletindo o compromisso da Vacheron Constantin para com a conservação, a transmissão e o enriquecimento contínuo do seu legado e das técnicas tradicionais.

A ASSINATURA DA EXCELÊNCIA

Os prémios não são um objetivo absoluto. No entanto, o reconhecimento dos nossos pares reflete o trabalho e o empenho dos nossos Mestres Relojoeiros e Artesãos.  

CONHEÇA NOSSOS RELÓGIOS PESSOALMENTE

Visite-nos e conheça o savoir-faire relojoeiro genuíno, diretamente no seu pulso, em uma de nossas boutiques ao redor do mundo.