Vacheron Constantin homenageada pela UNESCO

dezembro 2009

Da esq. para a dir.: Filippo Gabbiani, arquiteto da Kokai Studios; Beatrice Kaldun, especialista do programa para a cultura; Edifício da UNESCO em Pequim; Yann Bouillonnec, diretor da Vacheron Constantin Ásia-Pacífico

Segunda-feira, 14 de dezembro de 2009, Xangai - Vacheron Constantin, a manufatura relojoeira mais antiga do mundo, com mais de 250 anos de atividade ininterrupta, foi recompensada com o Prêmio do Mérito 2009, conferido pelo Programa Prêmio UNESCO Ásia-Pacífico para a Conservação do Patrimônio Cultural, pela restauração excepcional de sua Mansão de Xangai, situada na prestigiosa rua Huai Hai Lu, 796.

A Mansão Vacheron Constantin de Xangai abriu suas portas em outubro de 2008 para perpetuar a tradição multissecular da marca. Hoje, ela representa o espírito, o patrimônio e a tradição da
"Maison" Vacheron Constantin por meio da arquitetura, dos antigos relógios pêndulo, sua coleção de relógios e suas exposições temáticas, e veicula o significado autêntico da horologia, revelando os traços originais que a arte soube lhe restituir.

Construídas nos anos 20, as mansões gêmeas neoclássicas da rua Huai Hai Lu, 796 foram construídas pelo comprador Jiang Bing Sheng. A primeira mansão, do lado leste, foi construída em 1921, e sua gêmea do lado oeste, em 1927. Durante o processo de restauração, pouca coisa foi alterada nas belas moradas ajardinadas: foram restauradas com grande esmero e atenção aos detalhes, como o restauro das escadas e dos vitrais.
Ao resgatar a arquitetura patrimonial suntuosa do local, Filippo Gabbiani e Andrea Destefanis, arquitetos fundadores da Kokaistudios, deram nova vida e alma a esses edifícios.